Quarta-feira, 29 de Setembro de 2010

Zona

Boa tarde

Dra.Eugénia Isidoro

  

Em Maio deste ano o meu pai teve a doença apelidada de Zona.

Formou bolhas enormes do tamanho de moedas de 2€. A extensão era enorme de tal forma que ao rebentarem, a pele acabava por colar na camisola, ao retirar vinha agarrada, ficando as costas em carne viva. Acabando por infectar. Tomou antibiótico e vários tipos de analgésicos. Já estamos quase em Outubro e a sensação de queimadura continua. Não consegue mover o braço direito porque ao levantar o braço a pele estica e doi-lhe. Quando está deitado não lhe doi, quando molha a zona minimiza a sensação de queimadura. Gostaria de saber se me pode dar alguma dica sobre este assunto. Se deve ser visto por algum especialista que avalie o estado dele. Tem sido seguido pela médica de família e o que lhe dizem é tem de aguentar,  é mesmo assim. Ele tem 76 anos esta num desespero enorme e eu já não sei o que posso fazer.

Desde já agradeço a sua atenção.

 

Obrigado

 

Maria João 

 

Resposta )
publicado por consultorio às 20:12
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 28 de Setembro de 2010

Problemas de saúde

Olá sou o António Machado de 18 anos, vivo nos Açores. Desde de Fevereiro que ando com problemas de saúde e até hoje corri vários médicos e não confirmei nada, cá é complicado recorrer a especialistas, pois vivo numa ilha pequena e só vêem cá de meses a meses, mas  o meu problema é o seguinte :
primeiramente emagreci de forma exagerada perdi cerca de 15kgs em 2 semanas, ficava sem fome, não conseguia comer nada, isto associado a tonturas, mal disposição e uma azia em espécie de arroto na boca mas não exactamente arroto, entretanto fiz uma ecografia e estava tudo bem, entretanto fui a um Otorrinolaringologista se bem me lembro em Junho e por fim este associou os meu sintomas a uma Amigdalite Crónica, qualquer coisa como queimado algo da garganta e receitou-me um tratamento que ajudou bastante no inicio (Parriet e outro que não me lembro o nome), agora tomo uns nos primeiros 8 dias de cada mês até Novembro -  até me faz alguma diarreia pelo menos no 1º mês de tratamento (1 a 8 de Setembro)  - e isto tudo pago a custa dos meus pais (100€) porque cá quem quer ajuda médica rápida tem que pagar  , depois fui a um especialista de Gastroenterologia, como lhe indiquei que estava em tratamento do Otorrino este decidiu não fazer muito mais e até me receitou umas cápsulas para caso os enjôs voltassem, só que depois da fase inicial do tratamento do Otorrino comecei a piorar e a comer cada vez menos apesar de comer muito melhor em comparação ao inicio quando emagreci. Felizmente o meu peso tem estado estável, mas infelizmente hoje comecei a ter algumas tonturas e aquela azia desagradável e mal disposição saindo a meio de uma Aula de Psicologia(Tive que faltar ao segundo tempo) para ir à urgência. Entretanto falei do meu problema e esta receitou-me Parriet e mais um comprimido.

 

Gostaria de ter a sua opinião, porque isto traz-me muita angústia e consequência no rendimento escolar e depois começo a ficar paranóico e a imaginar uma sério de doenças! :
Dra. uma  informação adicional é que fui operado a exactamente 1 ano ou seja em Setembro de 2009 ao ouvido direito, pois tinha uma espécie de Otite crónica, do ouvido onde me saía muito pus,  felizmente ficou resolvido esse problema apesar de ter perdido muita capacidade auditiva. Entretanto fui avaliado por 2 otorrinos diferentes e disseram ambos que o ouvido estava 5 estrelas,  a seguir uma especialista de audição veio fazer um exame de audição, e começou a dizer uma série de coisas como se não tivesse sido operado podia ter ficado com uma meningite e que teria de usar aparelho auditivo e tinha tendência a ter desequilíbrios, algo desmentido pelo otorrino que me operou (não aquele que fez o tratamento para a amigdalite crónica), afirmando para alivio meu que o único problema que poderia vir a ter seria ir na rua e chamarem-me e não saber exactamente o lado que me chamaram devido a menor audição no ouvido direito mas como tinha o esquerdo normal não havia necessidade de usar aparelho pelo menos agora, em tom de brincadeira disse que ninguém preveria o futuro.

 

Bem sei que esta minha história fazia um bom livro :Dra, mas é que ando mesmo algo angustiado com isto. Que acha? Qual a sua opinião?

 

Desde já quero agradecer.

Abraços,

António Machado

 

Resposta )
publicado por consultorio às 20:06
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 23 de Setembro de 2010

Pílula

Olá!

 

Comecei a tomar a pílula (minigeste) à cerca de 3 semanas.

Entretanto foi-me diagnosticada uma pequena infecção urinária e a minha médica receitou-me um antibiótico (cotrimoxazol ratiopharm).

Na altura perguntei-lhe se esse antibiótico iria tirar o efeito da pílula e ela respondeu-me que seria melhor utilizar o preservativo.

A minha dúvida é esta: assim que acabar o tratamento, a pílula volta a fazer efeito logo no dia seguinte, ou tenho de continuar a usar o preservativo durante mais algum tempo? Se sim, quanto tempo devo esperar?

 

Obrigado pela atenção!

 

Resposta )
publicado por consultorio às 21:47
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 21 de Setembro de 2010

Hematoma

Boa noite!
Sou a Fabiana e tenho 18 anos. A minha questão é a seguinte: é normal ficar com hematomas só de encostar a uma parede por exemplo? é que eu fico com hematomas negros só de cruzar as pernas, se alguém me agarrar pelo braço ou até mesmo sentar-me "à chinês". é normal tanta sensibilidade ??
Aguardo uma resposta o mais breve possível,
Atenciosamente,

 

Resposta )
publicado por consultorio às 22:43
link do post | comentar | favorito
|
Sexta-feira, 17 de Setembro de 2010

Mioma

Boa tarde Srª. Drª. Eugénia,

A minha mãe tem um mioma. Vai ser operada para o próximo mês e queixa-se de muitas dores e tem muito fluxo menstrual.
Penso que terá que tirar o útero, trompas e ovários; tudo bem até aí, até porque o mais importante é a sua saúde. O problema é que ela teme perder o prazer, mas pelo que li na internet, o prazer não desaparece não é?
E também teme ter mais alguma doença, algo pior. Pode nos dar algumas informações acerca disto? Perde mesmo o prazer?
 
Muito obrigado.

 

Resposta )
publicado por consultorio às 21:39
link do post | comentar | favorito
|
Terça-feira, 14 de Setembro de 2010

Boca amarga

Boa tarde,

 

Há já algum tempo que sinto a boca extremamente amarga e ácida e fico afrontada. O meu médico de família não sabe o que se passa, medicou-me um antibiótico para a garganta, mas nada melhorou, pelo contrário.
 
Fui a uma naturalista que me disse que era vesícula e uma pequena gastrite, e deu-me umas gotas para tomar. No início melhorei um pouco, mas agora parece piorar. Não tenho dores geralmente, dói-me às vezes o fundo da barriga, e estou muito presa dos intestinos. Com as gotas os intestinos melhoraram.

 

Será que me pode dar algum conselho, ou informação para que eu possa tratar este problema?

 

Muito Obrigada  

 

Resposta )
publicado por consultorio às 19:00
link do post | comentar | favorito
|

Bem-vindo

Todos os dias os cuidados de saúde fazem surgir novas questões. Este espaço foi criado para esclarecer dúvidas e apontar caminhos.
Envie a sua questão para eisidorobhlxxi@sapo.pt

Dr.ª Eugénia Isidoro

Licenciada pela Faculdade de Medicina de Lisboa, Clinica Geral, com experiência nas áreas da Gastrenterologia, Pneumologia, Nefrologia e Urgência.
Tem trabalhos desenvolvidos no âmbito da consulta do viajante, dos Check-Ups e do atendimento permanente.
Exerce Clìnica Geral no British Hospital Lisbon XXI, colaborando com a, Multicare, Advance Care e PT ACS.

British Hospital Lisbon XXI

Morada: Rua Tomás da Fonseca, Edifícios B e F
Torres de Lisboa
1600-209 Lisboa

Telefone: +351 217 213 400
Fax:+351 217 213 465
E-mail: info@british-hospital.pt

posts recentes

Ecografia e TAC

Proteína C Reactiva

Subida AST E ALT

Ressonar

Gastroenterite

Umbigo

Bulimia

Má disposição

Saliva

Tremores

Resultados análises

Visão nublada

Pólipos

Gastrite nervosa

Analises

Temas

abdómen

ácido úrico

acne

afrontamentos

albumina

alergia medicamento

alergias

alimentos

alterações

analises

análises

análises sanguíneas

anemia

ansiedade

aparelhos electroestimuladores

ardor

atraso no desenvolvimento

barriga

bicicleta

bócio

bolhas

by pass

cabeça pesada

calçado

cansaço

cansado

chá verde

ciclo menstrual

colonoscopia

coluna

corrimento

costas

crescimento

demência

depressão

dietas

doenças hepáticas

dor

dor cabeça

dor ciática

dor coração

dor de cabeça

dor de garganta

dor de ouvidos

dor na cabeça

dor ombro

dores

dores de cabeça

dores de costas

dores estômago

doseamento

ecografia abdominal

emagrecer

endoscopia

engolir

estômago

exame clínico

exame estômago

exercício

exercício físico

faringites

febre

ferida

fezes

fibromialgia

fígado

fluxo menstrual

fumador

gases

gases intestinais. evacuação

gastrite

gastrite crónica

gastroenterite

globulina

hematomas negros

hérnia

hidroginastica

higiene

inchaço

incomodo

infecção urinaria

inflamação

lesão nos pés

má disposição

má respiração

mau estar

medicação

medicamento

nariz congestionado

náuseas

neoplasia do colo rectal

nódoas roxas

nódulos

osso

perda de peso

sangue

stress

tonturas

vesícula

vómitos

todas as tags

arquivos

Novembro 2011

Outubro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

links

subscrever feeds