Segunda-feira, 27 de Dezembro de 2010

Fibromialgia

Boa tarde Dr.ª Eugénia.

A minha mãe sofre de fibromialgia há vários anos e recentemente, numa consulta com a médica de família, foram-lhe receitadas 2 vacinas para tomar em conjunto (Voltaren e Relmus). Ao ser inquirida se seria alérgica ao Voltaren e não sabendo responder, prescreveram o medicamento na mesma, o que achei estranho. Quando se dirigiu à farmácia mais próxima voltaram a questioná-la sobre o assunto e, mediante a mesma resposta, recusaram-se a dar-lhe a vacina. Seguindo para o posto médico mais próximo, a mesma situação, tendo remetido para a médica familiar o problema.

Colocada a situação à nossa médica de família, esta mostrou surpresa aos entraves colocados e solucionou o problema com um "vá lá e diga que nunca foi alérgica a qualquer medicamento".

Visto que desta forma não conseguimos solução, gostaria de saber como é possível saber se a minha mãe é ou não alérgica a tal medicamento.

Grato pela compreensão.
Os melhores cumprimentos.

Nuno Alexandre Roque

 

Resposta )
publicado por consultorio às 20:40
link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 26 de Dezembro de 2010

Dor no peito

Boa noite Drª,

Tenho sentido há cerca de um ano dores no peito, sinto que não respiro bem e o meu muco é branco/transparente e com partículas acastanhadas e é espesso e sem cheiro. Entretanto fui ao médico, fiz análises sanguíneas e um raio-x ao tórax. O médico disse que estava tudo dentro dos parâmetros normais. Entretanto no verão senti-me melhor. Contudo, desde há mais de mês voltaram as dores e o mal-estar continua e o catarro também. Tenho que dizer que sou fumadora há cerca de 6 anos e meio. Que conselho?

Maria

 

Resposta )
publicado por consultorio às 21:38
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 25 de Dezembro de 2010

Pílula

Boa tarde,
 
O que se passa é o seguinte, comecei a tomar a pílula em Julho e desde o inicio que estou sempre a arrotar e fiquei com a sensação que o comprimido ficava na garganta, até que a 13 de Agosto comecei a vomitar sempre que tomava a pílula.

Falei com o meu médico e ele receitou-me uns comprimidos que evitam os vómitos, mas o que acontece é que mesmo esses comprimidos me faziam vomitar, qualquer comprimido que tome vomito logo a seguir. Tive que deixar de tomar a pílula, agora já tenho o implante, mas a sensação na garganta e os arrotos continuam. Parece que estou sempre com especturação, já tomei um remédio para ver se largava, mas não adianta de nada, depois por vezes fico sem voz, estou constantemente a arrotar, e quando não posso fico como que sufocada. Enquanto estou em casa ou sozinha não evito arrotar, mas quando estou no trabalho não posso e então a impressão na garganta aumenta. Depois também ou não tenho fome ou já estou com fome mesmo tendo acabado de comer. Meu médico mandou fazer exames de sangue que não acusou nada, mas eu não me sinto bem da garganta e eu sempre pude tomar comprimidos e desde essa altura que não consigo tomar nenhum sem vomitar logo a seguir (10 a 15 minutos depois) e estou sempre a sentir que tenho alguma coisa na garganta.


Outra coisa que comecei a ter também desde que comecei a tomar a pílula foi um corrimento esbranquiçado e abundante (, por vezes até parece que estou a fazer xixi. Mas não consigo perceber se o corrimento é da vagina ou da uretra) . Li na bula da pílula que pode provocar infecção vaginal.( Mas eu penso que pode ser infecção urinária, porque em Agosto quando fazia xixi dói-me no final e vinha sangue quando me limpava (apesar de não ser muito nem sempre), entretanto a dor e o sangue passou, mas o corrimento continua, apesar de já não ser tão abundante e por vezes é esbranquiçado outras vezes é incolor, mesmo depois de ter deixado de tomar a pílula.)

 Já fiz uma analise à urina e a médica disse que estava tudo bem,( mas tenho de andar sempre com um penso diário porque senão as cuecas ficam sempre manchadas e com cheiro como se tivesse feito xixi. )


Já não sei que fazer mais, sei que é capaz de ser difícil fazer um diagnostico assim, mas se a Sra. Dra. pudesse colocar algumas hipóteses do que poderá ser ou sugerir exames a fazer, pois em relação à garganta apesar de a minha médica achar estranho o facto de os comprimidos agora provocarem  vómitos, não manda fazer exames nenhum nem nada e já ando assim há 5 meses e em relação ao corrimento, como a análise não acusou nada eles não fizeram nada, apesar de continuar com o corrimento.

  
Agradeço desde já a atenção dispensada e aproveito para lhe desejar umas boas festas e um optimo 2011.
 
Com os melhores cumprimentos,
 
Sílvia

 

Resposta )
publicado por consultorio às 19:35
link do post | comentar | favorito
|
Quarta-feira, 22 de Dezembro de 2010

Matéria viscosa

Boa noite.

Desde há alguns dias que detecto a presença de uma matéria viscosa nas minhas fezes. Parece que se encontram envolvidas numa massa gelatinosa... parece gordura. Pontualmente, sinto uma necessidade urgente de ir à casa de banho, mas depois não consigo fazer nada. Apenas gases e essa matéria gelatinosa.
De tempos a tempos isto sucede mas passa rapidamente. Desta vez já dura há cerca de 4 dias. Será algum problema grave, ou algo que pode suceder devido à ingerência de algum tipo de alimento que provoque estes sintomas?

No geral sinto-me bem, sem qualquer problema aparente, mas estou ligeiramente preocupada. Qual a especialidade que me pode ajudar?


Obrigada!

Cumprimentos,
Ana Maria T.

 

Resposta )
publicado por consultorio às 20:33
link do post | comentar | favorito
|
Quinta-feira, 16 de Dezembro de 2010

Engravidar

Boa Tarde
 
Tenho 31 anos e em Setembro deste ano, estive com uma dor ciática e até esta altura ainda tenho algumas dores, fui fazer um TAC e foi diagnosticado uma hérnia dorsal de 3mm nas vértebras S1 a L5.
O que pretendo saber é se com esta hérnia eu posso na mesma engravidar. Tenho uma filha de 3 anos e estive pre-eclampsia nessa gravidez, minha tensão ficou normal e não tomo nenhuns medicamentos para estabilizar.
Gostava de pelo menos ter mais um filho/a mas não sei se é aconselhável nesta altura.
 
Cumprimentos
 
Sónia

 

Resposta )
publicado por consultorio às 21:31
link do post | comentar | favorito
|
Sábado, 11 de Dezembro de 2010

Tiróide

Boa noite!

 

Depois de alguns anos com nódulos de bócio a crescerem constantemente, foi-me sugerido no hospital que fizesse uma extraçaõ total da tiróide, acontece que estou com algumas duvidas, como por exemplo?

 

Futuramente não terei dificuldade em engravidar?

 

Quanto tempo depois da cirurgia posso pensar em engravidar?

 

Vou engordar depois da cirurgia?

 

Existem algumas alterações no nosso corpo depois desta cirurgia?

  

Agradeço desde já a atenção dispensada.

 

Resposta )
publicado por consultorio às 22:35
link do post | comentar | favorito
|

Bem-vindo

Todos os dias os cuidados de saúde fazem surgir novas questões. Este espaço foi criado para esclarecer dúvidas e apontar caminhos.
Envie a sua questão para eisidorobhlxxi@sapo.pt

Dr.ª Eugénia Isidoro

Licenciada pela Faculdade de Medicina de Lisboa, Clinica Geral, com experiência nas áreas da Gastrenterologia, Pneumologia, Nefrologia e Urgência.
Tem trabalhos desenvolvidos no âmbito da consulta do viajante, dos Check-Ups e do atendimento permanente.
Exerce Clìnica Geral no British Hospital Lisbon XXI, colaborando com a, Multicare, Advance Care e PT ACS.

British Hospital Lisbon XXI

Morada: Rua Tomás da Fonseca, Edifícios B e F
Torres de Lisboa
1600-209 Lisboa

Telefone: +351 217 213 400
Fax:+351 217 213 465
E-mail: info@british-hospital.pt

posts recentes

Ecografia e TAC

Proteína C Reactiva

Subida AST E ALT

Ressonar

Gastroenterite

Umbigo

Bulimia

Má disposição

Saliva

Tremores

Resultados análises

Visão nublada

Pólipos

Gastrite nervosa

Analises

Temas

abdómen

ácido úrico

acne

afrontamentos

albumina

alergia medicamento

alergias

alimentos

alterações

analises

análises

análises sanguíneas

anemia

ansiedade

aparelhos electroestimuladores

ardor

atraso no desenvolvimento

barriga

bicicleta

bócio

bolhas

by pass

cabeça pesada

calçado

cansaço

cansado

chá verde

ciclo menstrual

colonoscopia

coluna

corrimento

costas

crescimento

demência

depressão

dietas

doenças hepáticas

dor

dor cabeça

dor ciática

dor coração

dor de cabeça

dor de garganta

dor de ouvidos

dor na cabeça

dor ombro

dores

dores de cabeça

dores de costas

dores estômago

doseamento

ecografia abdominal

emagrecer

endoscopia

engolir

estômago

exame clínico

exame estômago

exercício

exercício físico

faringites

febre

ferida

fezes

fibromialgia

fígado

fluxo menstrual

fumador

gases

gases intestinais. evacuação

gastrite

gastrite crónica

gastroenterite

globulina

hematomas negros

hérnia

hidroginastica

higiene

inchaço

incomodo

infecção urinaria

inflamação

lesão nos pés

má disposição

má respiração

mau estar

medicação

medicamento

nariz congestionado

náuseas

neoplasia do colo rectal

nódoas roxas

nódulos

osso

perda de peso

sangue

stress

tonturas

vesícula

vómitos

todas as tags

arquivos

Novembro 2011

Outubro 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

links

subscrever feeds